Dante Mantovani é Maestro, Graduado em Música, Especialista em Filosofia Política e Jurídica, Mestre em Linguística (com a tese “Análise dos Processos de Construção Textual dos Ensaios de Michel de Montaigne, em 2008) pela Universidade Estadual de Londrina, e defendeu seu doutorado em Estudos da Linguagem pela mesma Universidade em 2013, com tese intitulada O Ensaio como Procedimento para Construção de Sentidos Textuais: Um Estudo Aproximativo entre o Discurso Verbal e o Discurso Musical, indicada ao prêmio de melhor tese acadêmica de 2013.

Nascido em 1984, iniciou seus estudos musicais na Orquestra de Sopros Lyra Maestro Roque Soares de Almeida, em Paraguaçu Paulista-SP, na qual atuou como trompetista (1997-2000). Estudou violão com Geraldo Arantes Ribeiro, Edelton Gloeden, Eduardo Meirinhos e Daniel Wolff; piano com Lucilena Correia, Jaílton Santana e Fernando Corvisier; regência coral com Lucy Schmit e Pablo Trindade (Uruguai) e regência orquestral com Daisuke Soga (Japão), Kirk Trevor (Inglaterra) e Francisco Navarro Lara (Espanha). É membro do CODA – College Orchestra Directors Association nos EUA, onde participou de master classes com os maestros norte-americanos Leonard Atherton , Charles Gambetta e David Effron, na cidade de Cincinatti, Ohio.

Fundou e dirigiu o Coro Lírico da Associação Paraguaçuense Pró-Música (2009), a Orquestra Filarmônica de Cordas de Londrina (2011), o Coro Sacro da Paróquia Nossa Senhora da Paz, na Diocese de Assis-SP(2014), e a Orquestra de Câmara de Paraguaçu Paulista(2016). Tem dado ênfase à criação de grupos corais religiosos na Igreja Católica, priorizando o resgate das Tradições Litúrgicas e do Canto Gregoriano, no que se destaca sua atuação como diretor do Coro e Orquestra Sacros da Paróquia São Domingos Pregador, na Diocese de Osasco-SP, e também como diretor musical do Coro Sacro da Paróquia Santo Antônio de Pádua, em Ribeirão Preto-SP.

Lecionou Linguística Textual, História da Música e História da Língua Portuguesa na Universidade Estadual de Londrina(UEL), Metodologia de Ensino da Música, na Universidade Norte do Paraná (UNOPAR) e História da Arte, nas Faculdades Dom Bosco. Foi professor de violão no SESC Londrina, professor de canto e técnica vocal na Prefeitura Municipal de Paraguaçu Paulista-SP e professor de Arte na Rede Estadual de Ensino do Paraná.

Integrou inúmeros projetos, como a Orquestra Sinfônica Jovem da Universidade Estadual de Londrina, à frente da qual montou a ópera Dido e Enéas, de Henry Purcell, em 2010, além de integrar atualmente a OIDO (Orquesta Internacional de Directores de Orquesta, em Huelva, Espanha) e a plataforma Terça Livre Cursos, na qual é responsável pela área de Música.

Tem atuado fortemente como palestrante em diversas escolas e instituições de renome, como Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), em Resende-RJ; Escola Técnica Estadual (ETEC) Jacinto Ferreira Sá, em Ourinhos-SP, CIVAP (Consórcio Intermunicipal do Vale do Paranapanema), Rede Estadual de Ensino do Estado de São Paulo e Palestrante convidado por várias editoras e instituições culturais, como Instituto Si Vis Pacem, Canal Terça Livre e Instituto Sophia Perennis, nas quais tem ministrado palestras sobre Música e Educação.

Publicou dezenas de artigos de jornal, editoriais, artigos científicos e resenhas para jornais, revistas e sites como: Jornal A Semana(SP), Jornal Folha da Estância(SP), Jornal O contemporâneo(SP), Jornal A Voz(SP), Revista Philologus(RJ), Revista Entretextos (PR), Revista Diálogos Musicais (Acre), Revista Coments (SP), Portal Si Vis Pacem, Site Mídia Sem Máscara.

É co-autor dos livros de Direção Orquestral “Los Dez Mandamientos Del Director de Orchesta Del siglo XXI”, “El milagro de dirigir la Orchesta sin usar las manos” e “Vade Mecum de La Dirección Orchestal” , lançados com presença dos co-autores em Huelva, Espanha, em 2015, sendo ambos Best-sellers pela Amazon.com, maior site de vendas do mundo.

Em 2015 participou do Conclave para a Democracia, em Washington D.C., evento jornalístico realizado no prestigioso National Press Club, a convite do filósofo Olavo de Carvalho, de quem é aluno de Filosofia desde 2012.

Em 2016 dirigiu em Concerto de Gala a Orquestra Sinfônica Nacional do Paraguai, no prestigiado salão nobre do Hotel Guarany, em Assunção, capital do País.

É apresentador do Programa de Rádio “A Grande Música”, desde 2014, pela Rádio Mãe de Deus, FM 107,9 e AM 1079 de Caxias do Sul-RS, Comentarista de Cultura da TV Paraguaçu, e desenvolve intenso trabalho de divulgação cultural e artístico nas redes sociais.

É autor do livro “Ensaios sobre a Música Universal – do Canto Gregoriano a Beethoven” (2017), diretor do Festival de Música de Paraguaçu Paulista-SP e criador do Seminário de Música, primeiro curso superior on-line de música do Brasil (https://seminariodemusica.org)

Fundou em 2018 a Rádio MCI – Música – cultura e Informação. Site: https://mci.radio.br

Seminário de Música

Rádio MCI

Curso-Guerra-Semantica

Guerra Semântica

Gerencie Seu Tempo

"Ensaios Sobre a Música Universal"

Festival de Música de Paraguaçu Paulista